Rebobine, por favor! - Cinemalido

Rebobine, por favor!

por Alexandre Fugita 23:56

No Domingo descobri que o último filme do ótimo diretor Michel Gondry seria exibido na Mostra dali algumas horas. Não deu outra, fui correndo em direção ao cinema e, sorte, tinha ingressos disponíveis para a sessão.

Rebobine, por favor (Be Kind Rewind, EUA, 2008, 102 minutos) se passa em uma vídeo locadora de VHS, ou seja, uma indústria decadente. Tem a seu favor um acervo variado, mas perde a concorrência para aquela grande loja da esquina que aluga DVDs. Aliás, esse é outro negócio em decadência… Mas… vamos lá!

A tal da locadora sofre um incidente, todas as fitas VHS magnéticas são apagadas… e pra satisfazer os clientes os personagens de Jack Black (Jerry) e Mos Def (Mike) resolvem refilmar “clássicos” como Ghostbuster e A Hora do Rush. Hilário!

Pirataria?!

O filme tem tudo a ver com a atual situação da indústria de filmes e música. Há críticas pesadas à pecha de criminoso que a RIAA dá a seus consumidores fiés, aqueles que adoram um filme e pagariam caro para vê-lo. Na verdade a RIAA, a tal da associação das indústrias de entretenimento, não é citada nominalmente, mas é representada por advogados truculentos.

O tal do conteúdo gerado pelo usuário ganha força no filme, com suas obras “suecadas”, ou seja, feitas em casa, refilmagens de obras cinematográficas originais. Aqui existe uma piada (eu acho que é piada) que só um cara gosta de tecnologia,como eu, poderia perceber. Os filmes são “suecados” pois, explicam, foram feitos na Suécia. Isso nada mais é do que uma crítica a indústria cinematográfica e uma referência clara ao The Pirate Bay, aquele buscador de torrents, ou seja, download “cinza” de filmes.

O filme é ótimo, com boas piadas e referências para bons apreciadores da sétima arte. Claro, as referências não são pra filmes cult e sim para filmes conhecidos do grande público. Pra todo mundo que gosta de cinema, mídias sociais, cauda longa e UGC, vale à pena.

Vale conferir:

Próximas sessões:


2 comentários

  1. Antonio Carneiro disse:

    Esse filme é MUITO bom! As versões suecadas são fantásticas. E gerou uma mania que rola no you-tube: é só procurar por sweden versions (ou coisa parecida)

  2. Alexandre Fugita disse:

    @antonio,

    As versões suecadas são ótimas. E isso do Youtube é um viral espontâneo, acredito eu, muito bom!

Deixe um comentário