O Reino: choque de culturas

por Alexandre Fugita 21:51

Fui assistir ao filme O Reino (The Kingdom, EUA, 2007, 109 minutos), que está em cartaz em SP e saí com uma ótima impressão. O filme trata de uma equipe do FBI que vai a Riad, na Arábia Saudita, ajudar na investigação de um ataque terrorista a um condomínio residencial de americanos em solo estrangeiro. Há um verdadeiro choque de culturas, nas coisas mais simples. A terra da liberdade encontra dificuldades em um país islâmico. As diferenças ficam evidentes.

O Reino

É interessante notar que nos últimos anos muitos filmes do pós 11 de Setembro tratam de formas diferentes o tema do terrorismo. Primeiro veio o Michael Moore, com o seu Fahrenheit 9/11, mostrando as relações entre as famílias Bush e Bin Laden. O documentário mostrou um Bush inerte e inútil na guerra contra o terror.

Outro filme que chamou a atenção foi o Paradise Now, que retrata a vida de dois palestinos escolhidos para se tornarem homens-bomba. Mostra exatamente como o Islamismo possui forte presença na vida das pessoas seguidoras da religião e determina, sem questionamentos, seus destinos. Para nós, de fora, é um choque de culturas.

Já no campo das séries, o Sleeper Cell retratou as duas faces da Jihad, guerra santa. De um lado um agente do FBI muçulmano infiltrado em uma célula terrorista em Los Angeles. De outro, um grupo insuspeito de cidadãos americanos, muçulmanos, que planejam ataques aos EUA a partir de solo americano. Outro choque de culturas.

O Reino conta com atores famosos como Jamie Foxx, Chris Cooper e Jennifer Garner. Vale assistir para observar bem esse choque de culturas, que aparentemente não se entendem, mas que almejam um único objetivo: achar e punir os terroristas responsáveis pelo ataque.

Deixe um comentário