Com você, as palavras

por Alexandre Fugita 20:57

O que é mais importante para um poeta? As palavras, claro. E é com essa matéria-prima, criando construções mirabolantes, que Manoel de Barros, poeta de Cuiabá, inventa 90% de seus versos, só dez por cento é mentira. Aliás, esse é o título do filme que está na 32a. Mostra, uma desbiografia oficial de Manoel de Barros.

O documentário do diretor Pedro Cezar é uma das raras oportunidades em que Manoel de Barros dá entrevista usando sua voz. Sempre preferiu tudo escrito, usando palavras e frases, que é a essência de sua obra. Imagens não dizem nada, as palavras são tudo. Depoimentos de pessoas próximas ajudam a compor o quadro, ou melhor, as palavras que definem o poeta.

Foi interessante também conversar Marcio Paes, da equipe do documentário. Fiquei sabendo que toda a filmagem foi feita com poucos recursos, estilo produção quase caseira. Mas não se deixe enganar, o filme é muito bom, daqueles que conseguem ser ovacionados pelo público no final da sessão por quase um minuto.

Próxima Sessão:

Deixe um comentário